terça-feira, 29 de agosto de 2017

Ordem

entre risos
entre gestos
entre gozos
e expressos

te amo

entre lágrimas
entre livros
entre beijos
e suspiros.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Recepção

que esse troço de
esperar
ainda me fará
morrer


de tédio, ansiedade ou loucura.


que a vontade de viver
tudo
talvez, seja doença
ou cura.



terça-feira, 30 de maio de 2017

Confissão sobre a insônia

Café
passado
se faz
presente.

.

Êta!
Rima demorada
Como Maria Fumaça
passeia por minh'alma
Muda.
Sem apitos ou alarde.
Cruza minhas montanhas
Mergulha em meus mares
e segue,
Sem pressa ou questão.
Sem um destino certo
Sem acalmar o coração.

Êta!
Rima demorada
Passou,
sem ninguém ver
Sem eu nem saber
Sem causar confusão.

Êta!

domingo, 30 de abril de 2017

Belchior



Ficaremos sempre jovens,
Manteremos as mão limpas,
Aprenderemos o delírio com tuas músicas reais.


Desejamos com este fim
Do perigo que a vida é,
Muito amor e tudo mais.


Anjo, Herói, Prometeu, Poeta e Dançarino.
Ou apenas um rapaz, latino-americano.


A voz resiste.
A fala insiste.

você o ouvirá.



sábado, 29 de abril de 2017

e por ser feliz,
insanamente feliz
completamente feliz.
descubro a distância que antes estava
dessa felicidade.
E dói pensar que doeu muito tempo
até te encontrar.



terça-feira, 4 de abril de 2017

Manhãs

Me enrosco
retorço, abraço, esquento
nesse juntinho nosso
onde posso ser e amar
ao mesmo tempo.

sábado, 11 de março de 2017

R.

Eu sou tristeza.
Nós somos dor.
Ele era luz.

Conjugado no passado
Injusto! Se faz ausente.
E essa saudade, lateja,
conjuga-se no presente.



terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Ao acaso

Aninhei-me em teus braços
Já sem nenhum cansaço
Me refaço
Ao acaso, agradeço
Por este recomeço
Depois dos vários tropeços


Me refaço
Desejo
Aninhar-me em teu chamego
Sem prazo, fim ou desconcerto.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Despedida

Rimas engasgadas,
Versos sufocados,
Desse amor que se acaba
Desse traço apagado.

Nesse troço de amor,
Cada fim se faz de um jeito,
Com penúrias, com rancor
Com memórias ou com respeito

Espero, sem mágoa
Que encontres teu caminho
E siga por este andando
Sem muitas pedras ou espinhos

Respiro por cada rima,
Suspiro tão simples versos,
Que o amor é controverso
E some sem muita cisma.