domingo, 23 de junho de 2013

Do Pessoa no mundo


" Nada se sabe, tudo se imagina 
Circunda-te de rosas, ama, bebe

E cala. O mais é nada "

-Pessoa


Das rosas imagino
as formas
coloridas, distraídas
esquecidas
Dos amores imagino
os calores
apertados, suados
suspirados
Vida de rosas
Vida de amores
Vida ébria
sem dores,
com cores.
Vida de rosas
Vida de amores
Vida ébria
sem eira, nem beira
sempre muda, calada.
O mais, é nada.