quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

"Agora as noites são tão longas
No escuro penso em te encontrar."

Não, não penso em nada.
Me viro de cabeça pra baixo e derramo estes pensamentos no chão.
Volto,
Não!