terça-feira, 9 de agosto de 2011

Espanto

De repente vêm um medo..
um medo do amor verdadeiro ter me dado a mão e eu o ter estapeado...
medo de tudo isso ser uma mentira, uma farsa, uma nova dor que eu possa sentir.