segunda-feira, 31 de março de 2014

Rascunho

Quem dera eu
viver de poesia
alimentar-me de versos
que bem me faria!

Passar a vida rimando
em minh'alma buscando
os desejos e lembranças
as tempestades e bonanças
Aproveitando tropeços
fazendo novos começos
Criando estrofes
com o tema: amor
sem seguir regras
e nem tendo pudor.

Quem dera eu
viver de poesia
alimentar-me de versos
que bem me faria!

Quem dera eu, viver!





domingo, 30 de março de 2014

Embalos

Enquanto durar meu corpo
Enquanto me correr nas veias
O rio vermelho que se inflama
Ao ver teu rosto feito tocha
Serei teu rei teu pão tua coisa tua rocha
Sim, eu estarei aqui

L.

Final feliz de filme nenhum
ganha do nosso sono entrelaçado
amor de corpo, alma, presente e passado
felizes sonhando com um futuro em comum.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Vida em Par

Como se agora
Já não mais pudesse
Viver uma vida ímpar
E par me fizesse.

Me vê dois desses, por favor.

Você, em minha alma jaz
Você acrescenta ao meu ímpar
Tudo o que de único lhe faz
Ser o meu perfeito par.

terça-feira, 25 de março de 2014

domingo, 23 de março de 2014

Esperança

Ó espera sonhadora
mal tu sabes que
hoje, positiva
antes foi atraída
pelo negativo.

E muito foi feito
muito  ignorado
muito  magoado
muito cega
muito imbecil
muito imatura
muito medrosa.
muito pouco.

Ó espera sonhadora
arranque esta angústia
que arrasta o passado
diante de meus olhos
Acreditando
que ele ainda não passou.

Ó espera sonhadora
deixe-me sonhar
com tal amor
que dói de medo
de perder-te
para tudo aquilo
que um dia lhe causei.

Ó espera!
Pois assim
Espero
Pois assim
Sonho
Com o teu perdão.
Para continuar amando-te
na esperança
de que não tenhamos fim.

sexta-feira, 14 de março de 2014

A César

É impressionante
como teu amor
traz com ele
uma porção
de desconsideração.

Darei a ti, César, o que mereces.
Desconsidero a minha
antiga obrigação
de sentir tua falta
de estender-te a mão.



segunda-feira, 10 de março de 2014

Pesada Intensidade

"(..)são aqueles "amigos" que necessitam dos outros para entrarem dentro dos traumas
 diários  de suas próprias vidas, que dão pouca importância aos outros, a não ser  como
ouvidos onde derramarem suas confissões."
(SENNET, 1998, p.324)

A intensidade 
não é justa
A intensidade
não é igualitária
A intensidade
é um peso
que pode
a qualquer hora
fazer os joelhos
tocarem o chão.
A intensidade
poderia ser eterna
se você tivesse
estendido sua mão.


domingo, 9 de março de 2014

Da chegada

Venha
e me faça
me desacostumar
com a solidão
e me desacostumando
fico
a aninhar-me
em teus braços
e encontrar-me
em teus beijos
Venha

domingo, 2 de março de 2014

Da paradoxa felicidade

A ilusão, as ficções, os simulacros são necessários 
à vida porque é preciso que a vida inspire confiança.
(LIPOVETSKY, 2007,p 339)

Ficções
Simulacros
Ilusão.

Enganas, tu que acredita 
na infinitude do ser.
Enganas, tu que acredita
no indolor permanecer.
Enganas, tu
se algum dia acreditou
que é mais fácil amar-te
Mais fácil seria
ultrapassar-te,
fitando-te
além de tua intocável
ausência.
Enganas, tu.
Ou, por destinatária sorte.
Engano-me.
Pois, engano-me
Até a morte.