domingo, 4 de maio de 2014

Da tarde de domingo

Um futuro que está presente
Enquanto observo-te inconsciente
Em meus braços, dormindo
Um futuro que sonho, desejo e vem vindo...