sábado, 10 de setembro de 2016

Que beleza

Não era o teu quarto
Não era a minha cidade
É o nosso mundo
Neste desencontro encontrado
Com ajuda de anjos e astros

Nosso mundo
Eu, contigo
Tu, comigo
Herdando a pureza do estar.