segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Despedida

Rimas engasgadas,
Versos sufocados,
Desse amor que se acaba
Desse traço apagado.

Nesse troço de amor,
Cada fim se faz de um jeito,
Com penúrias, com rancor
Com memórias ou com respeito

Espero, sem mágoa
Que encontres teu caminho
E siga por este andando
Sem muitas pedras ou espinhos

Respiro por cada rima,
Suspiro tão simples versos,
Que o amor é controverso
E some sem muita cisma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário