sábado, 11 de março de 2017

R.

Eu sou tristeza.
Nós somos dor.
Ele era luz.

Conjugado no passado
Injusto! Se faz ausente.
E essa saudade, lateja,
conjuga-se no presente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário