segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Cismas

Cismei em ser o não-ser
Cismei com revoltantes palavras
E goles de tequila embaladas
Cismei com História
Cismei com placas de carro
Cismei com monossilábicos
curtos, grossos, loucos
Cismei com o Tudo
Cismei com o Riso e com o Pranto
Cismei com o Amor e com o Espanto
Cismei em enxergar no Mudo
As palavras que eu guardei
Mesmo sabendo falar
Pois todas essas cismas
Me deixaram onde estou
Menos uma, menos uma
Que me levou sem me levar
Levou meu coração
Meu coração[?]
Para perto do seu
Seu [!!!]
E aqui estou eu
Aqui estou eu
Cismada com você
Cismada com você


Nenhum comentário:

Postar um comentário