domingo, 9 de agosto de 2015

Do desejo do infinito I

O fim parece um pouco mais próximo.
                                                Lógico.
                                                Sólido.
                  Quando acabam-se as horas
                                      Em seus braços.
                                           
                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário