domingo, 24 de junho de 2012

Brinde

A extrema necessidade do outro nos consome.
A extrema necessidade de estar com todos
                                                 com estes
                                                 com ele
                                                 com ela
                                                 com você
                                                                 faz da vida, uma  sub-existência.
Como cães amedrontados pelo poder de seus cruéis donos, nos rendemos à uma reverência ao outro.
E por fim, 
angústia, 
faz rosnar nossas almas, sedentas de vida própria.
A sede.
A sede faz da mínima gota d'água o mais-que-perfeito brinde à vida.

Um brinde à vida. À minha vida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário