terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

S.

É quando o mundo desaba
e na queda esmaga
O que era amor.

Quando sozinhos estamos
e então choramos
apertados de dor

Quando de longe o vejo
e então percebo
ainda te amar

É quando sem mais palavras
me sinto apertada
sem nada mudar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário