domingo, 18 de julho de 2010

Sem Bermudas por Hoje

Ok, parei com esse amorzinho ridículo. Já está bom de depois de cagadas em uma noite ter que parar e ver que choro ainda por você, melhor dizendo, somente por você. É triste e revoltante a sua falta de carinho, e é mais triste ainda eu não me revoltar tanto quanto devia por isso. Eu não devia nem te olhar, muito menos te beijar quando você me pede por isso.
Eu fiquei bêbada, eu falei tudo o que eu devia.
Você virou as costas e foi embora.

Não quero mais bermuda azul marinho. Tem uma calça de couro que realmente serve em mim.

Por ele não é preciso chorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário